domingo, 15 de maio de 2011

Eu não sei o que é pior: se é o turbilhão de sentidos indecifráveis, ou a indecifrável ausência de sentidos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário